Governo lança a Empresa Paulista de Turismo e Eventos

O governador José Serra lançou nesta quinta-feira (18), a Empresa Paulista de Turismo e Eventos (TUR SP). Instituída em julho de 2009, por meio de uma lei de autoria do governador, a empresa está ligada diretamente a Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo do Estado de São Paulo (Selt).

 O objetivo é oferecer uma estrutura moderna e enxuta ao setor, trazendo mais agilidade e rapidez, contribuindo ainda para o realinhamento das estratégias de empresários do setor e incentivo ao turismo receptivo, com uma ação voltada ainda para a captação de clientes no exterior e em outros Estados. "Precisávamos ter um órgão que pudesse

 coordenar, preparar e organizar o setor do Turismo no Estado de São Paulo de maneira mais concentrada e flexível. O turismo é um fator econômico crucial", disse o governador.

A empresa terá como presidente a ex-diretora de Turismo e Entretenimento da SPTuris, Luciane Leite, e será gerida por um Conselho de Administração e uma Diretoria executiva. Uma de suas primeiras atribuições será a coordenação da participação de São Paulo na Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. Por isso, nesta quinta-feira, também foi lançada a publicação "Cidade-Base - O potencial dos municípios de São Paulo para a Copa do Mundo Fifa 2014". Trata-se de um projeto pioneiro com um resumo dos dados de infraestrutura esportiva, turística e de serviços de 40 cidades que tem a intenção de receber uma delegação.

Na oportunidade, o secretário Claury Alves da Silva afirmou que “o território paulista possui a maior segmentação de turismo do Brasil: Rural, Religioso, Tecnológico, Histórico, de Aventura, Sol e Praia, Ecológico, Cultural e tantos outros somados à excelente infraestrutura, foco principal dos investimentos do Governo de José Serra”. Enfatizou que a alteração da Constituição Paulista, pela Assembléia Legislativa, foi um grande avanço, “ao permitir agora que divulguemos o turismo paulista em outros mercados emissores. Corrigiu-se uma injustiça imposta ao trade paulista desde 1989”.

O titular da Pasta acrescentou que “assim, com a organização de todo o Estado, por intermédio do programa de Regionalização, identificou-se o potencial com a roteirização. Criou-se a infraestrutura e agora, a instalação da Empresa Paulista de Turismo e Eventos – TUR SP , que será importante interlocutora com toda cadeia produtiva do setor, a meta definida pelo governador Serra para a Pasta se concretiza. Lembrando que quando o turismo se desenvolve, melhora a qualidade de vida dos cidadãos locais”.

O Turismo no Estado

Em 2009, São Paulo foi o principal portão de entrada de turistas estrangeiros no Brasil, com 47% das chegadas, de acordo com o Anuário Estatístico da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur). Dos 5,5 milhões de estrangeiros que visitaram o país, 2,3 milhões entraram por São Paulo, gerando R$ 2,4 bilhões em receitas.

O Estado recebeu ainda 29% do fluxo turístico doméstico: de 138 milhões de viagens, 40 milhões foram feitas para cidades paulistas, gerando R$ 30 bilhões em receitas. Dos 30 principais destinos brasileiros mais visitados, cinco estão aqui (Capital, Santos, Praia Grande, Ubatuba e Caraguatatuba).

O Porto de Santos é o de maior volume de embarque e desembarque de cruzeiros marítimos, com o tráfego de quase 200 navios na temporada 2008/2009. O local representou 28% do total de entrada de turistas pelo modal marítimo.

São Paulo tem ainda os principais aeroportos em volume de carga e passageiros, cinco deles administrados pela Infraero (três internacionais) e 31 regionais pelo departamento Aeroviário do Estado de São Paulo, vinculado à Secretaria dos Transportes. O Aeroporto Internacional de Cumbica recebe o maior fluxo de vôos cargas da América Latina e figura como o 36º mais movimentado do mundo.

O Estado possui mais de 5.700 estabelecimentos de hospedagem e responde por quase 20% dos postos de trabalho do setor, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Para o IBGE, 35% de todos os empregos gerados pelo turismo no país estão em São Paulo, superando a marca de 2 milhões de postos diretos.

Além disso, segundo o Ministério do Turismo, o Estado de São Paulo tem: 26,3% das agências de turismo; 51% dos parques temáticos; 28,8% das organizadoras de feiras; 50,1% das instituições de ensino de turismo; e 40,2% dos cursos de guias de turismo de todo o país.

Apesar da grandeza dos números apontados, a atividade turística no Estado de São Paulo precisa de políticas públicas mais estruturadas e com maior agressividade na captação de grandes eventos e de fluxos turísticos. São Paulo ainda perde para outros Estados aqueles turistas que passam mais tempo, deixando para a economia local mais dinheiro e, conseqüentemente, mais empregos e divisas. "São Paulo recebe grande parte do turismo de negócios do Brasil, nós precisamos aumentar a oferta de turismo de lazer e organizar melhor isso para que o turista que vem do exterior faça mais despesas aqui e gere mais receitas", completou Serra.

O potencial do turismo do litoral, do Vale do Ribeira, das Estâncias Hidrominerais e Climáticas, da Hidrovia Tietê-Paraná, do Vale do Paraíba e da Serra da Mantiqueira, dos destinos de turismo de aventura, de turismo religioso e das festas populares pode ser mais explorado.

A criação da Empresa Paulista de Turismo e Eventos permitirá com que o Estado concorra ainda mais no mercado turístico com outros destinos que possuem fortes aportes financeiros e de recursos humanos para o seu desenvolvimento.

Dentre os projetos prioritários da nova empresa estão a elaboração do Planejamento Estratégico do Turismo do Estado de São Paulo; a coordenação do Sistema de Inteligência - banco de dados estratégico para o melhor gerenciamento dos no Estado; a capacitação turística para os municípios; e a coordenação do Seplantur (Sistema Eletrônico de Planejamento Turístico) para elaborar um manual de orientação para os planejadores de turismo municipais. Além disso, a TUR SP vai desenvolver novos produtos turísticos, realizar eventos de promoção nacional e criar o Portal de Turismo do Estado de São Paulo.

Fonte: Governo SP e SELT

Voltar








 


© Copyright 2009 TURISMO BAURU E REGIAO | Todos os direitos reservados.
Turismo Bauru © uma iniciativa REVELARE Agência de Internet para promover turismo em nossa região.